Próximo jogo do estúdio de A Way Out terá mecânica insana e narrativa alucinante


Próximo jogo do estúdio de A Way Out terá mecânica insana e narrativa alucinante

A Hazelight Studios, a equipe por trás do A Way Out, trará outra experiência para a linha EA Originals da EA. Por enquanto, o diretor de criação, Josef Fares, continua quieto sobre o que exatamente a equipe tem desenvolvido. No entanto, ele provocou que os jogadores devem esperar uma experiência semelhante aos seus dois projetos anteriores – Brothers: A Tale of Two Sons e A Way Out. Assim, uma história contada a partir da perspectiva de dois personagens simultaneamente é esperada. Mas o que mais poderia o título não anunciado oferecer aos jogadores? De acordo com Fares, contará com mecânica desafiadora e uma narrativa alucinante.

Fares falou disso em uma entrevista ao Gamelab Barcelona 2019 com VG247 e a Rock, Paper, Shotgun. Ao modo Fares, ele não mediu as palavras. Ao explicar os métodos por trás de suas preferências de design, ele observou:

Eu gosto de fazer os jogadores não saberem realmente o que está acontecendo, surpreendê-los, como uma montanha-russa. Com Brothers e A Way Out, especialmente o final, as pessoas dizem “O que diabos está acontecendo?” O próximo jogo será assim. É por isso que eu chamo isso de foder a mente.

Ele confirmou que, embora o próximo projeto não seja uma sequência de projetos anteriores, os jogadores que gostaram desses jogos provavelmente aproveitarão o novo também. A história será similarmente projetada, mas os fãs devem antecipar o próximo título da Hazelight para se dedicar mais à mecânica de jogo.

O que posso dizer é que não é A Way Out 2. Mas se você olhar para Brothers, A Way Out e o próximo jogo, verá que foi o mesmo estúdio que fez o jogo. Mas será algo completamente diferente e será mais focado em tentar fazer da mecânica uma parte do jogo, mas vai ser algo com uma história que lembrará os Brothers e o A Way Out, mas de uma maneira maneira diferente.

Fares continuou, expressando seu amor pelos “jogos de história com vários participantes”. É claro que não há muitos deles. Ainda assim, Fares vê o potencial de tais histórias sendo exploradas ainda mais.

Eu acredito que há muito potencial em contar grandes histórias single player. Se você olha para o cinema hoje, quando olhamos para eles, olhamos para eles juntos, experimentamos histórias juntos. Acredito que os jogos de histórias com vários participantes são subestimados. Há muito potencial que gostaria de explorar. Mas quem sabe, no futuro, eu gostaria de experimentar coisas diferentes – depende da ideia que aparece na minha cabeça.

Quando a Hazelight estará pronta para revelar o seu novo jogo, isso ainda continua sem respostas.