Ex-chefe do PlayStation diz que a Sony está bem posicionada para a próxima geração, mas competidores estarão mais fortes


próxima geração competidores

A Sony oficialmente deu o primeiro passo rumo à próxima geração de consoles há algumas semanas, quando revelou algumas especificações importantes do próximo PlayStation 5 (estamos quase certos de que será chamado assim, apesar de a Sony não ter mencionado isso de fato. com este nome ainda). Sabemos que contará com um processador de 7nm de oito núcleos baseado na arquitetura Zen2 da AMD, uma GPU personalizado baseado na arquitetura Navi da AMD com suporte de hardware para raytracing, uma unidade dedicada para áudio 3D e um SSD personalizado.

Por isso, é interessante ler a opinião de Jack Tretton, executivo da Sony há quase trinta anos, dos quais os últimos oito foram presidente e CEO da Sony Computer Entertainment America (SCEA). Em entrevista postada ontem pela GamesBeat, ele disse que a Sony como líder de mercado está obviamente bem posicionada, mas também espera que eles enfrentem uma concorrência exponencialmente maior que a da última vez.

Eu acho que eles estão muito bem posicionados. O líder da geração anterior está sempre em boa posição para a nova geração. Pelo que li sobre as especificações do PlayStation 5, parece impressionante. Seu modelo de negócios obviamente funcionou bem para eles na última vez, e não parece que eles vão se desviar disso. Eles estarão bem posicionados. Mas eu acho que eles vão enfrentar exponencialmente mais concorrência do que da última vez.

A Microsoft deveria dar a eles uma corrida melhor pelo seu dinheiro, e a Stadia é um novo fator no mercado que não existia em 2013. A Nintendo é mais relevante desta vez. Vai ser um mercado muito mais competitivo. Existem novos jogadores. Mas eles aprenderam algumas lições valiosas nesta geração. Ela deve ser ótima para todos na empresa, seja você um desenvolvedor ou um jogador. Vai manter todos na ponta dos pés.

Você concorda com a avaliação da Tretton de que será muito mais difícil para a Sony desta vez? Conte-nos nos comentários.