Capcom registra lucros recordes pelo quinto ano consecutivo


capcom lucro recorde 2021

A Capcom anunciou seu nono ano consecutivo de crescimento da receita operacional, vendas líquidas recordes e o quinto ano consecutivo de lucros recordes em todos os níveis.

Nos 12 meses encerrados em 31 de março de 2022, as vendas líquidas aumentaram 15,5% A/A para 110 bilhões de ienes (US$ 847,5 milhões), o lucro operacional aumentou 24% para 42,9 bilhões de ienes (US$ 329,9 milhões) e a receita ordinária aumentou 27,2% para 44,3 bilhões de ienes (US$ 340,7 milhões).

Durante esse período, a Capcom lançou Resident Evil Village e Monster Hunter Stories 2: Wings of Ruin, que vendeu 6,1 milhões de unidades e 1,5 milhão de unidades, respectivamente.

Como agora é típico para a empresa, seu desempenho também foi impulsionado pelas vendas digitais contínuas de seus títulos de catálogo anterior, bem como mercadorias, eSports e operações de arcade.

Por exemplo, o título de 2021 Monster Hunter Rise vendeu 4,1 milhões de unidades durante este ano fiscal. Resident Evil 7 vendeu mais 1,8 milhão de unidades, marcando o sexto ano fiscal consecutivo em que vendeu mais de um milhão de unidades em vendas.

No total, as vendas anuais de jogos atingiram 32,6 milhões de unidades, superando as 30,1 milhões de unidades do ano fiscal anterior.

Olhando para o atual FY23, a Capcom disse que espera um décimo ano consecutivo de crescimento recorde, com “grandes títulos novos”, incluindo Monster Hunter Rise: Sunbreak previsto para aumentar as vendas líquidas em 9% para o ano.

A empresa reiterou que está trabalhando para aumentar seu pessoal de desenvolvimento e expandir seu pipeline de jogos, utilizando IP existente e criando novas propriedades. A editora anunciou sua primeira nova IP em 8 anos,  Pragmata, em 2020.

A Capcom também disse que priorizará a melhoria de seu ambiente de trabalho para impulsionar suas metas de crescimento. Isso inclui planos anunciados anteriormente para aumentar os salários-base japoneses como parte de mudanças mais amplas em suas operações de recursos humanos.

Na quarta-feira, a empresa confirmou que também revisará seu sistema de remuneração, vinculará o pagamento de bônus mais de perto ao desempenho, melhorará seu programa de benefícios e bem-estar dos funcionários e criará um novo cargo de diretor de recursos humanos.

A empresa também disse que analisaria a diversidade de seu conselho de administração para obter “capacidades de gerenciamento mais fortes”.