A CPU Zen 2 do PS5 vai proporcionar IA mais complexa e física realista, diz dev


Os novos consoles serão um grande salto e fantásticos para desenvolvedores

Entre a impressionante lista de especificações do PS5, a única coisa que chamou a atenção de muitos é seu processador,  Zen 2, que é uma perspectiva muito promissora por enquanto. E o Ray Tracing é o mínimo do que promete permitir – mais poder de processamento também significa saltos no design do jogo real.

De acordo com Steve Iles, da R8 Games, desenvolvedor do jogo futurista Pacer, disse em entrevista ao GamingBolt que o maior poder de processamento que ele proporciona permitirá sistemas mais complexos em IA avançada e simulações de física mais realistas.

Ele disse:

Mais poder de processamento da CPU é sempre bem-vindo, qualquer que seja o console, pois isso nos permite desenvolver sistemas mais complexos, como Inteligência Artificial avançada e simulação de física do mundo real para os mundos dos jogos.

Outra coisa que foi falado com Iles é o tema do jogo entre plataformas e como ele o vê crescer (ou não) no futuro iminente. De acordo com Iles, as oportunidades de cross-play na indústria são “abertas”, e embora as coisas daqui vão depender de como o mercado se configura na próxima geração, as coisas por agora certamente estão boas.

Acho que a indústria de games está definitivamente em transição e o que entendemos como uma plataforma está mudando do hardware puro para o software puro. O modo como essas novas plataformas vão interagir ainda está em fluxo e dependerá muito de fatores de mercado quando a nova geração começar, mas eu diria que as oportunidades para jogos multiplataforma nas principais plataformas estão mais abertas que antes.

A cena de jogos multiplataforma na indústria está subitamente mudando. Embora anteriormente – e até muito recentemente – a Sony estivesse se mostrando um obstáculo para inúmeros desenvolvedores em termos de permitir o cross-play com Xbox e Nintendo, agora estamos começando a ver um aumento no número de jogos que se orgulham do recurso. Jogos como Rocket League, Fortnite e Dauntless têm todos os modos de cross-play habilitados, enquanto no final deste ano, Call of Duty: Modern Warfare também será lançado.

Certamente parece que essa é uma tendência que a indústria seguirá em frente – ou esperamos que sim, pelo menos.