Cyberpunk teve interesse de vários estúdios; afirma criador


Cyberpunk teve interesse de vários estúdios afirma criador

O Cyberpunk 2077 passou por muita coisa nos últimos dois anos, desde o período de desaparecimento até o ressurgimento de todas as informações que estão levando ao lançamento em 16 de abril de 2020 para PC, PlayStation 4 e Xbox One.

A CD Projekt RED tem estado muito quieta nos últimos anos sobre o projeto, considerando que eles estavam fazendo mudanças severas de design em comparação ao seu jogo anterior (como o The Witcher 3 que era em terceira pessoa, Cyberpunk 2077 será em primeira pessoa).

Agora, em entrevista ao VGC, o criador do Cyberpunk, Mike Pondsmith, compartilhou que no passado ele teve muitas oportunidades de fazer um jogo fora da propriedade, mas isso nunca aconteceu porque desenvolvedores e editores não se importavam tanto com isso. – algo que a CDPR realmente se interessou.

É por isso que fomos com eles. Este jogo foi escolhido por anos por muitos, muitos estúdios diferentes. Mas o que eu vi na CD Projekt foi que eles realmente se importavam com isso e as coisas que eram importantes para nós eram importantes para eles. Então eu sabia que estava em boas mãos.

CDPR é fã: eles jogam o jogo de mesa. Muitos deles cresceram jogando o jogo. Então, é como se um bando de caras que assistiram os filmes de Star Wars quando crianças e agora têm a chance de fazer um jogo do Star Wars: eles farão o melhor trabalho que puderem.

Como costumam dizer quando licenciam material, é um trabalho de paixão e trabalho de amor para a desenvolvedora polonesa, e esperamos que isso reflita no título central assim que for lançado no próximo ano. Isso também poderia levar a algo mais , como uma franquia no futuro, embora as reivindicações de três títulos já em andamento fossem corrigidas.