Capcom está de olho em novas IPs apesar de estarem satisfeitos com as franquias atuais


capcom lucros recordes

Com o lançamento de Devil May Cry 5 e Resident Evil 2, juntamente com o sucesso contínuo de Monster Hunter: World, a Capcom anunciou recentemente lucros recordes pelo segundo ano consecutivo. A publisher se acomodou confortavelmente a apenas um grande lançamento no ano fiscal que termina em março de 2020, que é uma expansão para Monster Hunter: World. No entanto, a Capcom deixou claro que “não está desistindo” de criar novas IPs, apesar de estar “muito bem” com suas franquias existentes. Sobre isso o Chefe da Divisão de Desenvolvimento de Jogos de Consumo 2, Ryozo Tsujimoto, disse à Video Games Chronicles em uma entrevista recente:

Não estamos desistindo da ideia de criar novos personagens e séries, estamos apenas muito bem no momento, trazendo novas abordagens para nossas séries existentes. Isso está funcionando muito bem para nós, mas nunca tiraremos nossos olhos da criação de jogos originais no futuro.

O diretor de Monster Hunter World: Iceborne, Fujioka Kaname, acrescentou.

Eu acho que nossos fãs valorizam a singularidade que a Capcom traz para os jogos e personagens que criamos. Mesmo hoje em dia, estou confiante de que podemos continuar a criar essas novas experiências, títulos e personagens que irão ressoar com as pessoas, não apenas em nosso mercado doméstico do Japão, mas em todo o mundo.

A Capcom disse em seu relatório anual que as vendas de Devil May Cry 5 e Resident Evil 2 foram apoiadas por sua “popularidade estabelecida no exterior”. A empresa planeja fortalecer suas vendas digitais e quer continuar explorando o setor de esports.