Arkane não queria chamar o jogo de Prey, mas ela foi forçada pela Bethesda


Prey VR surge em site de loja online

Raphael Colantonio, fundador da Arkane Studios, revelou que o Prey lançado em 2017 não tem nada a ver com o original lançado em 2006 e que foi a Bethesda quem impôs o uso desse nome, apesar de toda a equipe de desenvolvimento ser contrária. Colantonio acrescentou que essa também foi uma das razões pelas quais ele decidiu deixar o estúdio em 2017 após o lançamento do jogo.

“Eu não queria chamar esse jogo de Prey”, disse Colantonio em entrevista à Academia de Artes e Ciências Interativas. “Eu ainda tive que concordar na frente dos repórteres, o que não é um prazer. Eu odeio mentir. E isso são mentiras para vendas, não é como uma mentira pessoal nem nada, mas eu ainda estava triste por ter que levar uma mensagem que Eu não. Eu queria. Não só eu, mas ninguém na equipe queria chamar esse jogo de Prey. Nosso jogo não tinha nada a ver com Prey.”

Colantonio explica mais tarde que, em sua opinião, usar o título “Prey” também foi um erro do ponto de vista comercial, pois desagradou os fãs do trabalho original e afastou potenciais compradores que não gostaram.

“Sou grato por uma empresa me dar os meios para criar um jogo e confiar em minhas habilidades a ponto de investir tantos milhões de dólares. Sou grato, mas parte do lado artístico e criativo fica insultado quando você diz isso. artista : “seu jogo vai se chamar Prey.” Responda que você não acha que é a coisa certa a se fazer, que é um erro, pois receberíamos críticas de fãs do Prey original que não ficariam felizes, enquanto aqueles que não gostou Prey não vai nem se interessar pelo nosso jogo.”

 

Colantonio chama a imposição da Bethesda de “um chute na cara” dos desenvolvedores do Prey original e diz que muitas vezes quer se desculpar. “Nunca foi nossa intenção roubar a IP deles e torná-la nossa. É nojento, não era isso que eu queria fazer. E então todos eles perderam. E as vendas de Prey foram horríveis, a propósito. Não foi um bom negócio. uma. decisão.”


San Moreira
San Moreira tem 33 anos e é natural de São Paulo. Eu sou formado em Banco de Dados e Gestão Empresarial. Amante da cultura gamer, sempre apaixonado pelo universo. Atuando como jornalista e Content Manager de games com foco na plataforma PlayStation e Battle Royales como Free Fire. Teve a ideia de criar este site exclusivamente pela vontade informar e ajudar a comunidade gamer.