“Elden Ring é uma evolução de Dark Souls”, diz criador da série; veja várias novidades do jogo


Elden Ring chefes únicos e horripilantes

Hidetaka Miyazaki, presidente da FromSoftware e diretor do RPG de ação de fantasia anunciado na E3 2019, Elden Ring, compartilhou novas informações sobre o jogo em uma entrevista à IGN.

Aqui estão os detalhes mais importantes:

  • Elden Ring é um RPG de ação em terceira pessoa com um cenário de fantasia. A jogabilidade não está tão longe de Dark Souls. Isso não significa que a jogabilidade será idêntica, mas você poderia dizer que Elden Ring pertence ao mesmo gênero.
  • De acordo com Miyazaki, Elden Ring vai além de simples mudanças nos sistemas de jogo. Ao adicionar ambientes maiores e mais abertos, ele acredita que o jogo evoluirá em maior escala.
  • Com um mundo maior, novos sistemas e mecanismos de ação inevitavelmente se tornam necessários. Nesse sentido, ele acha que Elden Ring é uma evolução natural de Dark Souls.
  • Enquanto as masmorras estreitas e complexas dos jogos anteriores estavam de fato interconectadas, os ambientes de Elden Ring serão muito mais abertos e vastos. O mundo mais extenso formará a base da jogabilidade de Elden Ring, e sua mecânica é projetada com esse tipo de ambiente em mente.
  • As masmorras dos jogos anteriores de Miyazaki estavam interconectadas no estilo de um jogo da Metroidvania, mas desta vez há um vasto campo entre elas. De acordo com Miyazaki, a inclusão de tal ambiente foi decidida para mostrar a história e o mundo em uma escala maior, aumentar a liberdade e a profundidade da exploração e criar mais variações para as batalhas.
  • Você pode dar a volta ao mundo a cavalo, e você pode lutar contra inimigos enquanto monta.
  • Miyazaki quer oferecer profundidade à exploração em Elden Ring de uma maneira que Sekiro: Shadows Die Twice não havia feito.
  • Não espere aldeias e vilas vibrantes. De acordo com Miyazaki, as aldeias serão as ruínas escuras que você espera de um jogo da empresa.
  • Criar um jogo mais aberto é um grande desafio. Se tivessem que adicionar cidades em cima disso, seria um pouco demais, então decidiram criar um jogo de estilo aberto focado naquilo em que são melhores.
  • Miyazaki estudou vários jogos de mundo aberto como referência para o mundo de Elden Ring, e ao mesmo tempo não foi muito influenciado por um trabalho específico, para fazer um jogo que seja fiel ao DNA de um jogo FromSoftware.
  • Sobre a colaboração com George R.R. Martin, Miyazaki disse: “Tudo começou comigo sendo um fã das obras do Sr. Martin.
  • Miyazaki entrou em contato com Martin para uma reunião, que ele descobriu ser surpreendentemente fácil de fazer. A partir daí, os dois conversaram e Martin acreditou na ideia de Miyazaki de fazer um jogo juntos.
  • De acordo com Miyazaki, Martin não escreveu a história principal de Elden Ring. Em vez disso, ele escreveu os eventos que aconteceram muito antes da era que o jogador explora – em outras palavras, a “mitologia” do mundo. Miyazaki disse que havia duas razões para Martin escrever a mitologia e não a história principal.

Contar histórias em videogames – pelo menos da maneira como fazemos na FromSoftware – vem com muitas restrições para o escritor. Eu não achei que fosse uma boa ideia Martin escrever dentro dessas restrições. Ao fazer com que ele escreva sobre uma vez em que o jogador não está diretamente envolvido, ele está livre para liberar sua criatividade da maneira que ele gosta. Além disso, como a FromSoftware, não queríamos criar uma experiência mais linear e baseada em histórias para o Elden Ring. Ambas as questões poderiam ser resolvidas com Martin escrevendo sobre a história do mundo.

  • De acordo com Miyazaki, a empolgação, o drama e a profundidade da mitologia escrita por Martin tiveram um grande impacto na criação do mundo de Elden Ring.
  • Miyazaki comparou a mitologia de Martin com o manual do mestre de masmorras em um RPG de mesa.

O jogador poderá aprender sobre a mitologia de Martin através da exploração. Somos conhecidos por permitir que o jogador explore o conhecimento do jogo através de fragmentos de narrativa e, desta vez, a história de Martin é o que você tentará desvendar. O período que o jogador realmente explora ainda está conectado com os velhos tempos, então à medida que você lentamente descobre porque o mundo se tornou do jeito que é, você também aprenderá mais sobre a mitologia de Martin.

  • Não há personagem principal fixo em Elden Ring. Em geral, a FromSoftware deixará o jogador decidir as características e a personalidade do personagem.
  • Miyazaki acredita que os NPCs de Elden Ring serão mais atraentes do que seus trabalhos anteriores, graças à mitologia de Martin como fonte de inspiração.

Elden Ring está em desenvolvimento para o PlayStation 4, Xbox One e PC. Uma data de lançamento não foi anunciada.