Cyberpunk 2077 era um jogo de terceira pessoa até 2016


cyberpunk 2077 terceira pessoa mod

Parece que as coisas não vão melhorar para a CD Projekt Red em torno do seu mais novo jogo, Cyberpunk 2077. Depois de um lançamento repleto de bugs, mentiras, processos, retirada de seu jogo na PS Store, agora bastidores sobre o desenvolvimento revelaram sérios problemas em que o jogo foi desenvolvido.

Além da recente matéria da Bloomberg revelando a série de mentiras em torno do desenvolvimento, Jason Schreier, jornalista mais influente a cobrir escândalos de estúdios e desenvolvedoras de games revelou algumas informações sobre o desenvolvimento de Cyberpunk 2077.

No Twitter, Schreier revelou que Cyberpunk 2077 era um jogo em terceira-pessoa até 2016. A notícia deve certamente irritar e frustrar alguns fãs que esperaram que o jogo tivesse um modo nesse sentido, já que em uma das primeiras controvérsias sobre Cyberpunk 2077, era a adoção de uma perspectiva em primeira pessoa, relatando que a imersão do jogo era essencial para o título.

Além disso, Jason Schreier também revelou que a IA deficitária da polícia de Night City em Cyberpunk 2077 foi criada no último minuto.

“Se você está se perguntando o quanto o Cyberpunk 2077 mudou na última década: bem, até 2016, era um jogo em terceira pessoa. Recursos que foram originalmente imaginados (corrida na parede, carros voadores, emboscadas de carros) foram cortados ao longo do caminho (não atípico no desenvolvimento do jogo)”

Além disso Jason Schreier relatou vários outros problemas que você pode conferir aqui.